Técnica dos impulsos de 10 minutos

21/11/2012 às 10:33 AM | Publicado em Papo com o Leitor | 2 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

Acredito que aquela preguiça marota na hora de escrever acomete não só aos naturalmente preguiçosos (como eu), mas também a quem encara rotinas diárias de escrita sem muita reclamação.

Bem, se, como dizem, o fato de ter escrito alguma coisa já é melhor do que não ter escrito nada, então o que eu chamo de “técnica dos impulsos de 10 minutos” pode ajudar quem sequer tem energia para colocar uma letra na folha em branco.

A técnica é simples e consiste, como o nome sugere, em escrever durante um curto espaço de tempo, cerca de 10 minutos. A questão é que o ser humano lida melhor com tarefas simples e curtas, ainda que repetidamente a fim de obter algo unificado e maior no final. E é justamente isso o que a técnica propõe.

Se escreveu durante os 10 minutos, fantástico; já é mais do que muitos que já quiseram escrever um livro conseguiram. O objetivo, porém, é tentar repetir esses 10 minutos ao longo do dia sempre que se sentir minimamente disposto. Quando determinamos para nós mesmos que vamos escrever por uma hora, podemos acabar desencorajados diante da quantidade aparentemente interminável de minutos. E nem começamos.

Agora, 10 minutos? OK, fácil, consegui. Ah, até que não foi tão ruim. E ainda por cima ouvindo uma musiquinha. Tá, vamos de novo!

Cinco vezes disso depois, você tem sua hora completa.

Ouvir música funciona não só para te deixar mais relaxado ou alheio ao mundano, como também é um cronômetro por si só. Selecione algumas músicas que, em conjunto, tenham 10 minutos ou um pouco mais, e ponha-as para tocar. É até interessante notar que, às vezes, você perceberá que continuou escrevendo mesmo quando a música tiver parado de tocar.

Outra dica, para acabarmos de vez com a tão nociva autocrítica que nos inibe, é escrever sem dar muita atenção à qualidade do texto.

Isso mesmo. Num primeiro rascunho, alguns escritores profissionais recomendam que se priorize a história, as ideias que você quer pôr no papel, o que lhe permite escrever mais rápido. Edição, reedição, escolha de palavras melhores, etc. serão feitos depois. Admito que isso é um pouco difícil para certinhos como eu, mas para muitos pode ser uma dica libertadora.

Então, gente, essa é a técnica. Nada muito misterioso, certo? Quanto mais puder repetir isso durante o dia, melhor. Mas não se preocupe se só fez uma vez. Lembre-se de que a maioria das pessoas nem começa.

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post.

  1. Achei bacana, às vezes deixo de começar a escrever por não achar palavras certas ou por não conseguir ser mais sucinta. É uma ótima dica!

  2. Interessante, vou usar essa dica pra quando for tocar piano, quem sabe nao funciona também?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: