Ving Tsun

01/05/2019 às 6:18 PM | Publicado em Papo com o Leitor | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Olá a todos! Faz tempo desde a minha última postagem, não é?

Já ouviram falar em uma arte marcial chamada Ving Tsun?

Talvez os modos mais comuns pelos quais o público em geral fica sabendo a respeito dela são o Bruce Lee e o filme O grande mestre. Quando eu comecei a praticar Ving Tsun (também grafado “Wing Chun”), algumas pessoas que já praticavam perguntavam-me se meu interesse pelo estilo era devido ao Bruce Lee ou ao filme, mas na verdade foi um convite do meu terapeuta (que também é praticante).

Comecei um período experimental, sem saber se continuaria praticando, em agosto de 2018. Pratico até hoje. Excetuando um período muito curto quando eu tinha 13 anos e pratiquei um estilo diferente de kung fu, nunca tive um real interesse em praticar artes marciais, talvez por achar que fosse algo supérfluo, que só traria benefícios ao corpo e não à mente.

Um dos motivos de eu ter permanecido no Ving Tsun é justamente porque a parte técnica, a habilidade e a força não importam de fato. O corpo torna-se uma ferramenta para trabalhar o foco, o zelo, a conexão com o outro, a inteligência estratégica e diversos outros aspectos humanos. Eu diria, aliás, que é uma arte que aperfeiçoa exatamente isso: o ser humano.

É difícil capturar tudo o que o Ving Tsun engloba só com algumas poucas palavras, por isso gostaria de convidá-los a conhecer meu novo blog: Jornada do Coração.

Lá vou registrar semanalmente minhas experiências no Ving Tsun e ao mesmo tempo apresentar pouco a pouco seus conceitos. Se isso levar alguém a novas reflexões ou até mesmo a procurar um local para praticar, então o blog cumpriu sua razão de ser!

Espero vocês lá!

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.