Sobrenomes Japoneses 151 – 200

12/04/2013 às 5:15 PM | Publicado em Informativo, Japão | 6 Comentários
Tags: , ,

Myoji

Voltando depois de outro hiato mais longo do que o devido, aqui estão mais cinquenta sobrenomes japoneses por ordem de frequência! Por incrível que pareça, ainda estamos no território do comum, ou seja, mesmo que aqui haja o sobrenome de número 200, ele ainda é bastante ouvido. Não é à toa que, segundo li, o Japão é o segundo país com maior variedade de sobrenomes, atrás apenas dos Estados Unidos.

Continue lendo »

Anúncios

Técnica dos impulsos de 10 minutos

21/11/2012 às 10:33 AM | Publicado em Papo com o Leitor | 2 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

Acredito que aquela preguiça marota na hora de escrever acomete não só aos naturalmente preguiçosos (como eu), mas também a quem encara rotinas diárias de escrita sem muita reclamação.

Bem, se, como dizem, o fato de ter escrito alguma coisa já é melhor do que não ter escrito nada, então o que eu chamo de “técnica dos impulsos de 10 minutos” pode ajudar quem sequer tem energia para colocar uma letra na folha em branco.

Continue lendo »

Compilação de tweets não publicados (2)

21/10/2012 às 6:01 AM | Publicado em Besteiras, Papo com o Leitor | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Às vezes acho que os hikikomori japoneses reclamam de barriga cheia. Pegar um ônibus no Japão, p. ex., deve ser menos estressante que aqui.

SOCIALIZAR de uma maneira geral, é o que estou querendo dizer. Nunca estive lá, não posso afirmar nada, mas é a impressão que ficou.

Sei lá, aqui parece que estão sempre querendo te passar a perna, tentando encontrar uma oportunidade pra te ferrar, rir de você, etc.

Uma teoria da minha irmã é de que o índice de suicídio do Japão e mesmo dos EUA é maior que o daqui devido a como cada cultura encara isso.

O brasileiro entende que é pra zoar e ser zoado mesmo, roubar e ser roubado, a vida é assim, engula. Já com os outros dois isso é sério.

Aí os questionamentos: O brasileiro é forte ou só é idiota? O japonês e o estadunidense são frescos ou corretos?

E ainda tem os fatores religiosos…

Bom, sei lá, eu acho que equilíbrio é vital em todas as áreas da vida, então… é.

@rafaelpombo

Devaneios: livros brasileiros

12/10/2012 às 12:24 AM | Publicado em Livros, Papo com o Leitor | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Excluindo o fator divulgação (algo estúpido de fazer, eu sei), certamente há alguma razão para que livros brasileiros sejam vistos como de qualidade inferior à de livros britânicos ou estadunidenses. Nenhum preconceito é por acaso, e não podemos negar que esse preconceito existe, talvez mais bem-fundamentado do que imaginamos.

Às vezes me pergunto se é o próprio cenário brasileiro que afasta os leitores. Tem gente que não quer ler sobre pobreza, favela e funk, por mais que sejam elementos da nossa realidade, e tem gente que acusa um livro de não estar em conformidade com a realidade só porque o enfoque da história é na classe B para cima e não na classe C para baixo.

É como se não importasse que tipo de história você tente escrever sobre o Brasil: o caos econômico e cultural parece não permitir que haja um sucesso nacional que não seja do Paulo Coelho.

Acredito que isso se aplique até à mentalidade de um personagem. Um protagonista honesto e disposto a morrer por uma ideologia ou por seus entes queridos? “Ah, isso não existe aqui!” Um protagonista malandro que passa a perna em todo o mundo? “Pô, só tem isso na ficção brasileira, que saco!”

Daí, talvez, a busca por uma literatura que retrate um cenário melhor (em alguns aspectos) e mais igualitário (isso, sem dúvida) como o de países desenvolvidos. É uma expatriação mental e voluntária.

Não sei qual é a saída, mas eu particularmente continuarei escrevendo o que acho que devo escrever. Ou melhor, o que quero escrever. A minha própria história tem de me agradar antes de agradar os outros. Aconteça ela no Brasil, em Atlântida ou em Nibiru.

Compilação de tweets não publicados (1)

05/10/2012 às 7:27 AM | Publicado em Besteiras, Papo com o Leitor | 2 Comentários
Tags: , , , , , , , , ,

Como essas pessoas que criam mangás como “One Piece” ou compõem trilhas como a de “Chrono Trigger” continuam agindo como humanos comuns?

Quer dizer, elas já atingiram o status de deuses faz tempo e você ainda as vê comentando coisas como o que comeram ontem. DEUSES NÃO COMEM!

Mas falando sério, deve ser engraçado, não? Tanta gente as tendo em grande apreço e elas sabem que no fundo são pessoas como nós.

Eu mesmo, um zé-ninguém, já senti isso um pouco. Pessoas me elogiaram ou me pediram conselhos, só porque consegui um tiquinho mais que elas.

Quando estou tão longe, tãããão longe do que eu consideraria uma posição admirável. Tem dias em que me sinto um merda (quase todos, LOL).

Uma visão MINHA é de que as inseguranças e as dificuldades não desaparecem com o tempo, apenas temos mais recursos para enfrentá-las.

Por mais experiente e talentoso que seja o escritor/desenhista/compositor/etc., ele sempre terá dúvidas da qualidade do que está produzindo.

O lance é avançar MESMO com dúvidas, e é aí que artistas (falando dum modo geral) iniciantes pecam. Eles querem certezas, e isso não existe.

Então não endeusem ninguém. Grandes pessoas venceram grandes dúvidas, mas as dúvidas sempre estiveram e sempre estarão lá.

Vale lembrar que estou excluindo os narcisistas, haha. XD (Que na verdade têm uma autoestima extremamente baixa escondida sob uma máscara.)

@rafaelpombo

“Mundos Fantásticos”: “Caçadores de Poder”

02/10/2012 às 4:20 AM | Publicado em Informativo, Livros | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Pois é, gente! Sabem a tal antologia da qual eu falei no post anterior? Saiu mais rápido do que eu mesmo esperava.

Mundos Fantásticos, da Editora Oráculo pelo Selo Infinitum, terá contos de vários autores com um tema em comum: a visita de pessoas comuns do nosso mundo contemporâneo a um mundo de fantasia. O primeiro conto, de minha autoria, se chama “Caçadores de Poder” e narra a história de… ei, temos um release!

“Mundos Fantásticos” — “Caçadores de Poder”

Já chega? Claro que não! Tem mais histórias a caminho!

Histórias fantásticas.

Projeto: antologia de light novels

28/09/2012 às 12:04 PM | Publicado em Informativo, Livros, Papo com o Leitor | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Olá, pessoal!

Voltamos depois de… de… muito tempo para anunciar uma coisa legal! Não vou me estender, não vou de fato criar um post completo a respeito do que quero dizer, pois três colegas escritores já fizeram isso, e é justamente para os posts deles que gostaria de redirecioná-los. Antes, porém, uma rápida explicação:

Há um projeto em andamento de uma antologia de light novels da qual eu — acho que não preciso fazer mistério — farei parte, e o objetivo de todos os envolvidos é, obviamente, como dizem os estadunidenses, “espalhar o amor” (hehe) por esse tipo de livro. Conhecer as light novels, eu diria que hoje muitos otakus brasileiros já conhecem, mas falta um incentivo para que elas atinjam um nível de apreciação pelo menos próximo ao dos mangás.

Bem, acessem o blog do Joe de Lima e leiam a historinha superlegal que ele criou apresentando as light novels, mencionando o projeto e, sem que eu pedisse, divulgando meu próprio livro Elementais: O Receptáculo do Caos. Acessem também o do Luiz Dreamhope e o da Yumi Moony, igualmente informativos.

Falando rapidamente do meu livro, percebo como é importante que esse tipo de obra tenha mais atenção do público que curte a cultura pop japonesa. Para um romance que é digital e ao mesmo tempo light novel, eu diria até que ele foi mais comentado em alguns blogs do que eu imaginava e teve notas positivas no Skoob; mas ainda assim, quem gosta de mangás e animes muitas vezes não costuma ler livros, e quem gosta de ler livros não necessariamente é um otaku. Devido à própria natureza de uma obra do gênero, seu público acaba sendo restrito. Por isso a vontade do pessoal que quer escrever light novels de divulgá-las.

Pode ser que leve um tempo para mais otakus brasileiros pegarem o gosto pela literatura, mais pessoas estão lendo no país, mas até lá, quanto mais gente que já curta animes, mangás e livros ficar sabendo dessas novas ideias, melhor.

Conto: “Acabou a brincadeira”

17/10/2011 às 5:05 PM | Publicado em Informativo, Livros | 1 Comentário
Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Oi, gente!

Recentemente postei no site oficial da minha série de light novels, Elementais, um conto que funciona como uma introdução ao universo do primeiro livro. O conto, nominado “Acabou a brincadeira”, deve agradar especialmente os otakus e fãs da cultura pop japonesa em geral por se situar em um ambiente familiar a essas pessoas: um evento de anime.

Convido, portanto, todos a lê-lo, e espero sinceramente que ele lhes desperte o interesse em adquirir o primeiro volume da série!

Bem, é isso, espero que gostem!

Nomes brasileiros em japonês

28/09/2011 às 4:51 PM | Publicado em Besteiras, Informativo, Japão | Comentários desativados em Nomes brasileiros em japonês
Tags: , , , , , ,

Oi, gente, há quanto tempo não venho aqui!

Hoje um colega da Internet, o Sr. Fabiano Alves, o Tolo, disse-me via Twitter para não fechar este meu blog aqui. Bem, fechar, eu não fecharia mesmo, no máximo só o deixaria abandonado, como esteve por mais de quatro meses (aliás achei que fossem muito mais do que quatro meses, hehe). Uma coisa que estava acontecendo aqui — e continua acontecendo — é a grande quantidade de comentários que recebo no post “Nomes Japoneses”, com pessoas perguntando como são seus nomes na língua nipônica. Bem, gente, por algum tempo eu respondi de bom grado a muitas dessas perguntas, mas devo dizer que o objetivo do post não era esse. É um post, como diz o título, sobre nomes japoneses, e não sobre como são nomes brasileiros em japonês. Por causa disso, resolvi fechar os comentários do famoso post e fazer um com os nomes brasileiros mais comuns em japonês. Talvez você não encontre o seu aqui, mas também não tem como listar todos os nomes existentes e suas variantes, não é?

Bem, vamos lá:

Maria (em japonês: マリア) [pronuncia-se: Maria]
Ana (em japonês: アナ) [pronuncia-se: Ana]
João (em japonês: ジョアン) [pronuncia-se: Joan]
Mateus/Matheus (em japonês: マテウス) [pronuncia-se: Mateusu]
Pedro (em japonês: ペドロ) [pronuncia-se: Pedoro]
Gabriel (em japonês: ガブリエル) [pronuncia-se: Gaburieru]
Luís/Luiz (em japonês: ルイス) [pronuncia-se: Ruisu]
Gustavo (em japonês: グスタボ) [pronuncia-se: Gusutabo]
Guilherme (em japonês: ギリェルメ) [pronuncia-se: Giryerume]
Júlia (em japonês: ジュリア) [pronuncia-se: Juria]
Kauã (em japonês: カウアン) [pronuncia-se: Kauan]
Lucas (em japonês: ルーカス) [pronuncia-se: Rūkasu]
Mariana (em japonês: マリアナ) [pronuncia-se: Mariana]
Nícolas/Nicolas (em japonês: ニコラス) [pronuncia-se: Nikorasu]
Rafael/Raphael (em japonês: ラファエル) [pronuncia-se: Rafaeru]
Vinícius (em japonês: ヴィニシウス) [pronuncia-se: Vinishiusu]
Daniel (em japonês: ダニエル) [pronuncia-se: Danieru]
Felipe (em japonês: フェリペ) [pronuncia-se: Feripe]
Gabriela (em japonês: ガブリエラ) [pronuncia-se: Gaburiera]
Kaíque (em japonês: カイーケ) [pronuncia-se: Kaīke]
Samuel (em japonês: サムエル) [pronuncia-se: Samueru]
Bruno (em japonês: ブルーノ) [pronuncia-se: Burūno]
Filipe (em japonês: フィリペ) [pronuncia-se: Firipe]
Francisco (em japonês: フランシスコ) [pronuncia-se: Furanshisuko]
Gabrieli (em japonês: ガブリエーリ) [pronuncia-se: Gaburiēri]
Giovanna (em japonês: ジョヴァンナ) [pronuncia-se: Jovanna]
Luan (em japonês: ルアン) [pronuncia-se: Ruan]
Miguel (em japonês: ミゲル) [pronuncia-se: Migeru]
Victor (em japonês: ビトール) [pronuncia-se: Bitōru]

“Elementais: O Receptáculo do Caos”

27/05/2011 às 12:00 PM | Publicado em Informativo, Livros, Notícias | 1 Comentário
Tags: , , , , , , ,

Olá, olá!

Há tempos não venho aqui, não é? Bem, vim hoje para dar um comunicado rápido e importante. Caso ainda não estejam sabendo, meu e-book Elementais: O Receptáculo do Caos já foi lançado (faz três semanas, mais ou menos). E se quiserem dar uma conferida, visitem os sites abaixo:

Site da editora, com uma sinopse e explicando umas coisinhas a mais.
Loja da editora, onde o livro pode ser adquirido.
Site oficial do livro, onde haverá postagens a seu respeito e outras coisas concernentes a ele.
O livro no Skoob.

E, já que estão aqui, sigam-me no Twitter e me adicionem no Skoob! XD

« Página anteriorPróxima Página »

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.