Animação = animation = animēshon

31/07/2009 às 8:10 PM | Publicado em Mangás, Papo com o Leitor | 6 Comentários
Tags: , , , ,

Ah, sabia que chegaria o dia em que eu chegaria no meu limite de paciência com esse povo e teria que postar algo relativo a isso aqui.

Vamos direto às questões:

1. Anime/mangá é o mesmo que desenho/comic?
2. Existe anime/mangá não japonês?
3. Avatar, por exemplo, pode ser considerado como anime?

Vamos analisar a primeira questão:

Primeiro, temos que separar duas coisas: o nome usado para chamar uma animação, baseado em sua etimologia, e o nome para chamar o estilo dessa animação. Entendamos uma coisa: animação, mal ou bem, é a mesma coisa em todos os lugares do mundo. Não interessa se é Naruto ou Pernalonga, são, em sua raiz, animação. No Japão, qualquer coisa é anime. Por um motivo simples: a palavra anime significa QUALQUER tipo de animação. Pois é uma palavra pra eles que tem a mesma conotação que o nosso termo desenho animado ou animação (pois vem do inglês animation, evidentemente). Portanto, acredite ou não, Pernalonga e Tom & Jerry são animes. Da mesma forma que a palavra mangá, para os japoneses, também pode indicar quadrinhos estrangeiros. E comic, usualmente usado para se referir a quadrinhos americanos, também são usados pelos próprios japoneses para se referirem aos mangás! Se olharem, por exemplo, nas capas dos volumes de algum mangá da Shonen Jump, verão escrito: “Jump Comics”. E todo anime é desenho animado, isso é indiscutível. Agora, a questão muda quando falamos de ESTILO. E posso aproveitar essa parte para passarmos para a próxima questão.

Segunda questão:

Digamos que apareça um pessoal francês, com grana, com idéia na cabeça e com pessoal perito em animação. Eles decidem fazer um desenho animado utilizando as mesmas técnicas dos estúdios japoneses e, no fim, sai um resultado igual a qualquer anime japonês. Ops! Mas tem um problema. “Mas isso é francês! Não é anime!”, diz um otaku hardcore. OK, espera… Tá me dizendo que, apesar de ser idêntico a qualquer anime que você vê no Japão, parece MESMO ter sido feito por japoneses, de forma que você nem saberia que era francês a menos que você lesse os créditos ou algo assim, você ainda me diz que NÃO é um anime? É aqui que entramos no quesito estilo. Gente, podemos ter uma animação americana, por exemplo, com ESTILO de animação japonesa, à qual chamados de estilo anime. E sabe o exemplo dos franceses que dei ali em cima? Aconteceu. Vocês conhecem Oban Star-Racers, não é? Pois é. Com direito até a músicas de abertura e encerramento por artistas japoneses. Aquilo definitivamente é um anime. Portanto, isso nos leva à terceira questão:

Sim. Avatar pode ser considerado anime — apesar de diferenciar um pouquinho na questão dos movimentos dos personagens — pois tem o estilo da animação japonesa. Não exatamente japonesa, é animado por coreanos, na verdade, mas, ei, já leu os créditos de Naruto ou Bleach? Sabe QUANTOS coreanos animam cada episódio? Dou uma dica: são os nomes diferentes que não estão em kanji. Difícil não ver, hein.

Anúncios

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.