Antologia “Desejos”

02/07/2014 às 11:31 PM | Publicado em Contos, Informativo | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Já há algum tempo um conto meu foi selecionado para ser incluído em uma antologia com um tema que permeia diversas histórias: desejos. Ainda para ser lançada, a antologia Desejos da Editora Buriti está com preço especial de pré-venda. Confira a sinopse e a capa:

Desejos traduzem anseios da alma, aspirações físicas ou necessidades emocionais. O que você faria se tivesse como realizar qualquer desejo do seu coração? O que pediria a uma estrela cadente? O que significaria a moeda que jogaria em um poço encantando? 17 autores se reúnem nesta obra inédita repleta de gênios da lâmpada, grous de papel, pedidos de aniversário, anjos, demônios e toda a sorte de criaturas e itens capazes de fazer uma única coisa: realizar o que você quiser. Não importa o que seja. A pergunta é: você sabe o que deseja?

Capa de "Desejos"

E não perca meu conto: “Mil grous de papel”.

Finais

19/04/2013 às 7:48 PM | Publicado em Papo com o Leitor | 1 Comentário
Tags: , , , , , , , , ,

O final é a melhor parte de qualquer história.

Foi o que disse uma personagem do livro Light, último livro da série Gone, escrita por Michael Grant, que terminei faz pouco mais de uma semana. Coincidentemente, estou passando por uma crise de finais. E se estou passando por uma crise de finais, estou passando por uma crise que envolve a(s) história(s) inteira(s).

Continue lendo »

“Mundos Fantásticos”: “Caçadores de Poder”

02/10/2012 às 4:20 AM | Publicado em Informativo, Livros | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Pois é, gente! Sabem a tal antologia da qual eu falei no post anterior? Saiu mais rápido do que eu mesmo esperava.

Mundos Fantásticos, da Editora Oráculo pelo Selo Infinitum, terá contos de vários autores com um tema em comum: a visita de pessoas comuns do nosso mundo contemporâneo a um mundo de fantasia. O primeiro conto, de minha autoria, se chama “Caçadores de Poder” e narra a história de… ei, temos um release!

“Mundos Fantásticos” — “Caçadores de Poder”

Já chega? Claro que não! Tem mais histórias a caminho!

Histórias fantásticas.

Projeto: antologia de light novels

28/09/2012 às 12:04 PM | Publicado em Informativo, Livros, Papo com o Leitor | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

Olá, pessoal!

Voltamos depois de… de… muito tempo para anunciar uma coisa legal! Não vou me estender, não vou de fato criar um post completo a respeito do que quero dizer, pois três colegas escritores já fizeram isso, e é justamente para os posts deles que gostaria de redirecioná-los. Antes, porém, uma rápida explicação:

Há um projeto em andamento de uma antologia de light novels da qual eu — acho que não preciso fazer mistério — farei parte, e o objetivo de todos os envolvidos é, obviamente, como dizem os estadunidenses, “espalhar o amor” (hehe) por esse tipo de livro. Conhecer as light novels, eu diria que hoje muitos otakus brasileiros já conhecem, mas falta um incentivo para que elas atinjam um nível de apreciação pelo menos próximo ao dos mangás.

Bem, acessem o blog do Joe de Lima e leiam a historinha superlegal que ele criou apresentando as light novels, mencionando o projeto e, sem que eu pedisse, divulgando meu próprio livro Elementais: O Receptáculo do Caos. Acessem também o do Luiz Dreamhope e o da Yumi Moony, igualmente informativos.

Falando rapidamente do meu livro, percebo como é importante que esse tipo de obra tenha mais atenção do público que curte a cultura pop japonesa. Para um romance que é digital e ao mesmo tempo light novel, eu diria até que ele foi mais comentado em alguns blogs do que eu imaginava e teve notas positivas no Skoob; mas ainda assim, quem gosta de mangás e animes muitas vezes não costuma ler livros, e quem gosta de ler livros não necessariamente é um otaku. Devido à própria natureza de uma obra do gênero, seu público acaba sendo restrito. Por isso a vontade do pessoal que quer escrever light novels de divulgá-las.

Pode ser que leve um tempo para mais otakus brasileiros pegarem o gosto pela literatura, mais pessoas estão lendo no país, mas até lá, quanto mais gente que já curta animes, mangás e livros ficar sabendo dessas novas ideias, melhor.

Prévia da Nova Versão de “Elementais”

06/04/2010 às 3:09 AM | Publicado em Livros | 2 Comentários
Tags: , , , , ,

Finalmente, pessoal, eu venho aqui trazer uma pequena amostra da nova versão de Elementais. Está bastante diferente e ao mesmo tempo mantendo muito da anterior. Basicamente falando, é a mesma história contada de uma forma diferente. Aqueles que leram a versão anterior verão logo de cara o que mudou. No mais, espero que gostem! Eu ainda posso alterar algumas coisas, mas a essência do que quero contar é isso aí mesmo.

Bem, cliquem AQUI!

E para quem está conhecendo minha história agora ou para os veteranos desavisados mesmo, acho importante ler ESSE post, também.

Criação de Personagens: Ficha

20/02/2010 às 2:49 AM | Publicado em Informativo, Livros | 17 Comentários
Tags: , , , , , , ,

Com dificuldades para sequer trabalhar o rascunho da concepção de um personagem? Bem, todos os autores têm que passar por aquela fase inicial da criação de um personagem que vai desde sua aparência física e personalidade até sua função (muitas vezes vital) numa história. No meio do caminho podemos cometer deslizes que comprometem a autenticidade de um personagem, como descrevê-lo de maneira contraditória à maneira que fizemos antes ou representá-lo de forma incompatível com sua personalidade e desejos. Por isso é importante conhecermos nossos personagens assim como conhecemos pessoas ao nosso redor, pela sua aparência, jeito que agem, falam, se comportam, suas metas, qualidades, defeitos etc.

Quando um bebê nasce, seus pais não sabem praticamente nada sobre ele, até porque o recém-nascido ainda precisa experimentar o mundo ao seu redor para ganhar uma identidade emocional e afetiva próprias. Seus pais só saberão se ele é quieto ou enérgico ao observarem seu comportamento. Só saberão se prefere vermelho ou azul quando ele lhes contar isso. E a criança adquire seus próprios gostos e aspirações de acordo com suas experiências e contatos com as menores coisas que podemos imaginar.

Um personagem, assim como um bebê que cresce e se torna um indivíduo único, também ganha suas características baseado no que ele viveu até o momento em que a história é contada. Ao criar um personagem que está sempre alegre sem dar um motivo para isso, você estará simplesmente jogando uma característica aleatória nele sem considerar o que fez ele ser uma pessoa alegre. É importante planejar toda a estrutura emocional de um personagem como se estivéssemos acompanhando o crescimento de um bebê.

Para facilitar esse trabalho, não é incomum escritores utilizarem as famosas “fichas de personagem”, nas quais eles guardam as informações básicas sobre cada um dos personagens mais importantes que aparecem numa história. Porém, muitas vezes de tão básicas, essas fichas costumam abrir espaço apenas para informações “jogadas”, como o exemplo do personagem alegre que dei acima. Elas possuem um espaço para você colocar que ele é alegre, mas não um que lhe permitar explicar por quê, quais experiências o fizeram ser assim.

Portanto, resolvi trazer duas fichas muito interessantes e muito mais completas do que as que se costuma ver por aí para que os interessados possam dar um quê muito mais detalhado e realista aos seus personagens na hora de criá-los.

A primeira é a ficha utilizada pelo autor Rick Riordan, da série de livros Percy Jackson e os Olimpianos, traduzida por mim. Há lacunas bastante interessantes para se completar a respeito do seu personagem, coisas que muitos de nós nem pensaram a respeito antes. Algumas são até difíceis de se preencher, o que prova que muitas vezes não conhecemos nossos personagens tanto quanto pensávamos.

Eis a ficha: AQUI.

A outra, também excelente, eu achei em um site americano que agora não me recordo bem qual, e também traduzida por mim. É tão detalhado que até cansa preencher tudo! Mas é vital para uma elaboração realista de personagem.

É só clicar: AQUI.

A última, na verdade, é uma daquela fichas mais básicas que estamos acostumados a ver, mas ela também é útil para visualizarmos mais rápido as informações mais superficiais de um personagem quando precisarmos. Essa ficha é do nosso considerado BK, ou José Roberto Pereira, que a usou em uma aula sobre publicação comercial e criação de histórias e personagens.

Link: AQUI.

E o conselho dele a respeito do nome do personagem é pra se levar bem a sério! Um nome é mais importante do que vocês podem imaginar. Um nome chutado, como ele diz aí, pode arruinar a credibilidade de um texto inteiro! Inúmeras vezes eu parei de ler uma história de alguém logo nas primeiras linhas porque o nome do protagonista, um japonês, era algo como “Mitsashi Kiyejo”. Um nome totalmente impossível no Japão. Por isso a pesquisa é de extrema importância também. Isso inclui nomes, costumes e ambiente (exemplo: não se coloca um “vilarejo próspero” no meio de um deserto árido e totalmente isolado do mundo se não há água em nenhum lugar por perto, solo bom para se cultivar alimentos e não há relações de importação ou exportação de outros lugares; um vilarejo assim nunca prosperaria, a não ser que você dê uma explicação bastante crível, provavelmente tendo que acrescentar algo de sobrenatural).

Bem, espero que isso seja de alguma ajuda a todos os autores que querem tornar seu trabalho mais autêntico! Pensar nos detalhes é essencial e pode fazer a diferença para os olhos de um leitor mais crítico!

Boa sorte!

“Elementais” in English!

04/10/2009 às 12:02 PM | Publicado em Informativo | 12 Comentários
Tags: , , ,

Sydney-Seiji - Elementais “Visitem nossa história!”

Eu estava pensando em nem falar nada, porque achei que isso pudesse ser irrelevante para o público brasileiro que fala essencialmente… ah, bem, português, da última vez que verifiquei (hehe). Mas, de todo modo, caso alguém ache interessante, eu estou postando Elementais em inglês no site Fiction Press. Em vez de postar capítulo por capítulo (pois são muito grandes), estou postando bateria por bateria (quem leu em português sabe que são os “mini-capítulos” dentro de um capítulo). Não sou nenhum mestre do inglês para traduzir tudo certinho, mas acho que é bom o bastante para um estadunidense, inglês ou australiano ao menos entender.

De qualquer forma, CLIQUEM AQUI para acessar a história.

Mais mudanças…

28/07/2009 às 4:14 AM | Publicado em Informativo | 1 Comentário
Tags: , ,
"Não tem mais eu tomando café...?"

"Não tem mais eu tomando café...?"

Pessoal, eu não paro quieto. Mais uma vez, resolvi mudar o esquema das coisas. Vamos por partes:

Lembram-se dos endereços meus de e-mail que postei para quem quisesse receber o primeiro volume de Elementais, não lembram? Bem, resolvi fazer duas coisas quanto a isso:

1. Alguns já estão sabendo, outros não, mas eu resolvi fazer uma espécie de “versão paralela” ou “versão alternativa” do volume que mandei para algumas pessoas já. Eu resolvi mudar todo o início do livro e algumas outras coisinhas porque um certo alguém (hehe, e ainda fui mencionado no último podcast) me falou que, dentre muitos defeitos da história, uma delas era que estava otakizada demais e tal. Eu mesmo já estava incomodado com aquele início a la mangá, meio não realista, então aproveitei para mudar isso e um pouco de outras coisas. Eu sei que isso não é o bastante para tornar o livro excelente ou perfeito (looonge disso), mas acho que já diminui um pouco a criancice da coisa. Vou ver se isso ajuda a atrair um pessoal menos acostumado com mangás e animes.

2. Por consequência do “1.”, mudei a página de Elementais aqui no blog. Agora ninguém precisa me mandar e-mail, pois a “versão alternativa” (que provavelmente se tornará a oficial) está INTEIRAMENTE postada aqui. Isso mesmo, tô deixando todo mundo ler tudo de graça, hehe. Mas, problema nenhum, SE começar a fazer um certo sucesso (apesar de eu estar quase 4 anos nesse processo), aí talvez seja sinal de que eu tenha mesmo que partir para algo mais formal e oficial, se é que me entendem, hehe.

Beach, Bleach

18/07/2009 às 11:55 PM | Publicado em Informativo | 1 Comentário
Tags: , , , , , , ,

Eu canso de citar isso, mas parece que os outros ignoram como se não acreditassem, hehe. Bleach tem um grande clima praiano. Há inúmeros indícios disso, como por exemplo a oitava abertura “CHU-BURA”, extras de mangás e imagens de divulgação ligados a praia, o próprio fato do autor dizer gostar de praia, o último episódio filler (baseado num extra de mangá: http://www.onemanga.com/Bleach/261.5/01/) e, agora uma prova que inclui algo relacionado a praia até no nome: “Mad Surfer”, o novo tema de encerramento que irá estrear na próxima semana ou na depois.

O artista responsável pela música chama-se Ken’ichi Asai, um tanto desconhecido pelos otakus em geral. Sabe-se que fez parte de uma banda há muito tempo atrás chamada Blankey Jet City.

Mais informações: http://www.jame-world.com/br/news-51763-asai-kenichi-e-o-surfista-louco.html.

Por essas e por outras que Bleach é o meu grande “muso” para Elementais!

Bleach WP 8

Primeiro volume de “Elementais” completo!

18/06/2009 às 1:10 PM | Publicado em Informativo, Livros, Papo com o Leitor | 19 Comentários
Tags: , , , , , ,

Elementais - BFF

É com muita felicidade, orgulho e vontade de zerar logo o bendito Persona 3 pra começar o 4 que eu anuncio que o primeiro volume de Elementais, Yūai Tenshi Elementais Volume I: Das Blühen des Lichtes, está completo! Depois de muito reescrever e mudar um bocado de coisas, acho que essa versão ficou muito melhor. Está mais bem explicada, organizada e pára em um ponto melhor do que antes, sem introduzir tantos personagens de uma só vez. A história, portanto, ficou mais devagar, sem apressar muito as coisas, conforme o JRP aconselhou.

A questão agora é publicar. Vou enviar novamente para editoras (mais editoras), claro, mas também vou me preparar para uma possível publicação independente. É nesse ponto que eu começo a duvidar um pouco daquele provérbio que diz: “Começar é fácil, continuar fazendo é que é difícil.” Pô, começar tá difícil pra caramba! Hehehe.

Mas, paciência. Enquanto isso, vou consertando e melhorando algumas coisinhas no livro pra ficar o mais próximo possível da perfeição de acordo com o que for humanamente (e computadoramente: mexer com linha, tamanho de fonte e capa no Word me deixa exausto) possível para mim.

Até mais, me desejem sorte!

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.