Bloquinho: o seu melhor amigo!

09/01/2010 às 7:01 PM | Publicado em Informativo, Papo com o Leitor | 16 Comentários
Tags: , , , , , ,

Bloquinhos

Recentemente tenho experimentado uma nova forma de escrever ficção. É um recurso que pode parecer bobo, mas muitos bons autores por aí já fizeram e isso pode ajudar você, que se sente escravo do computador às vezes, a escrever seu livrinho com mais tranquilidade.

Bem, sabe quando você está, por exemplo, na escola e de repente começam a surgir idéias e você precisa que precisa anotá-las mesmo que superficialmente em algum lugar? Aí você escreve embaixo da revisão de Matemática, porque, afinal, ela não serve pra nada, você vai tirar 3,0 na prova, mesmo (haha, brincadeira). Só que, e se quando você estiver em casa, mesmo com o computador à disposição, você preferisse escrever em um bloquinho ou caderninho? Pode ser meio sem sentido, afinal o computador está ali e é muito mais fácil escrever e editar tudo nele, certo? Bem, para alguns, sim. Mas se você é como eu que só por estar sentado na frente do PC começa a bater aquela sensação de obrigação de ter de escrever algo e aí todas as idéias debandam da sua mente, pode ser que um instrumento de escrita que te dê mais liberdade seja a solução. Com um bloquinho e uma caneta ou lápis, há diversas vantagens:

1. É pequeno e você pode carregar para onde quiser. Para a rua, escola, ou qualquer lugar da casa que lhe proporcione mais conforto… até no banheiro! E você pode escrever em qualquer posição, sentado ou deitado em qualquer lugar mais agradável, em vez da cadeira do computador que limita seus movimentos e te deixa exausto.

2. É acessível e você pode pegá-lo para escrever a qualquer hora, mas o principal é poder deixar o computador desligado. Quando ligamos o computador, muitas vezes ficamos o dia todo só fazendo inutilidades nele, mas o bloquinho lhe faz pensar: “Hm, que tal eu deixar o computador desligado hoje, já que eu tenho o bloco? Aí aproveito para só trabalhar no meu texto.” O computador nos distrai demais, experimente não ligá-lo um ou dois dias na semana. Ligue-o só nos “dias de folga”.

3. Ele tira-lhe a sua sensação de obrigação. “Ah, estou no computador com o Word aberto, eu tenho que escrever duas páginas hoje, eu tenho que escrever maravilhosamente bem, eu tenho…” Todos sabemos muito bem que ninguém gosta de fazer nada obrigado, mesmo que seja justamente algo que gostamos de fazer. Com o bloco, você se sente mais livre, mais “eu sou o chefe”. No fim, você se sente muito melhor, as palavras fluem melhor e você acaba escrevendo mais do que o normal! Mas lembre-se de que é importante ter a disciplina para escrever um pouco todos os dias.

4. Você pode escrever sem ter de se preocupar muito com pequenos detalhes como palavras que não vêm à sua mente. Por exemplo, você está escrevendo e na hora H precisa de uma palavra que se encaixe ali. Mesmo que não lembre, você pode usar algo parecido (um sinônimo, talvez) e deixar uma marca para voltar lá depois quando for passar pro computador e trocar por algo melhor (ver Vantagem Número 5). O importante é colocar logo as idéias no papel, fazer a história avançar e escrever o que já tem claro na sua cabeça, em vez de ficar perdendo tempo pensando e procurando uma só palavra que pode te tomar vários minutos e te deixar impaciente e desmotivado para escrever o resto.

5. O bloquinho te força a ler mais uma vez, a revisar seu texto à medida que passa para o computador. Dessa forma, você melhora o que pode ser melhorado, retira o desnecessário e adiciona o que é preciso. Além, claro, de inserir as palavras mencionadas na Vantagem Número 4.

E como disse o Stephen King, um caderninho é o melhor processador de texto que existe!

Boa sorte!

Anúncios

Primeiro volume de “Elementais” completo!

18/06/2009 às 1:10 PM | Publicado em Informativo, Livros, Papo com o Leitor | 19 Comentários
Tags: , , , , , ,

Elementais - BFF

É com muita felicidade, orgulho e vontade de zerar logo o bendito Persona 3 pra começar o 4 que eu anuncio que o primeiro volume de Elementais, Yūai Tenshi Elementais Volume I: Das Blühen des Lichtes, está completo! Depois de muito reescrever e mudar um bocado de coisas, acho que essa versão ficou muito melhor. Está mais bem explicada, organizada e pára em um ponto melhor do que antes, sem introduzir tantos personagens de uma só vez. A história, portanto, ficou mais devagar, sem apressar muito as coisas, conforme o JRP aconselhou.

A questão agora é publicar. Vou enviar novamente para editoras (mais editoras), claro, mas também vou me preparar para uma possível publicação independente. É nesse ponto que eu começo a duvidar um pouco daquele provérbio que diz: “Começar é fácil, continuar fazendo é que é difícil.” Pô, começar tá difícil pra caramba! Hehehe.

Mas, paciência. Enquanto isso, vou consertando e melhorando algumas coisinhas no livro pra ficar o mais próximo possível da perfeição de acordo com o que for humanamente (e computadoramente: mexer com linha, tamanho de fonte e capa no Word me deixa exausto) possível para mim.

Até mais, me desejem sorte!

Pequenas mudanças!

09/05/2009 às 3:35 AM | Publicado em Informativo | 2 Comentários
Tags: , , ,

Quero anunciar algumas pequenas mudanças que fiz devido a alguns problemas com o sistema do WordPress. Recentemente, os técnicos do WordPress resolveram “consertar” a formatação do editor de texto das postagens e, juntamente com isso, a forma como o editor de texto interpreta a formatação que você cola nele. Por exemplo, se eu quero postar um capítulo de Elementais, eu copiaria do Word e colaria ele no editor de texto do WordPress e mandaria postar, como todo mundo faz. No entanto, esse método de copiar do Word causava problemas ao sistema do WordPress e eles resolveram acabar com a formatação trazida de um programa alienígena.

Exemplo: Se o meu texto está escrito em vermelho com fonte Verdana no Word e tento colar no editor de texto do WordPress, ele agora transforma tudo em uma fonte universal e o vermelho torna-se preto, e acaba com toda a formatação, destruindo os parágrafos e separando linhas de formas totalmente confusas.

Antes, eu postava os capítulos de Elementais com toda uma formatação direitinha pra ficar sempre igual, mas aí, os caras vão e acabam com o recurso de trazer a formatação do Word.

Maaas, como muitas vezes algo bom pode sair de algo ruim, tentei solucionar o problema da seguinte forma: todos os capítulos de Elementais estarão agora em formato .pdf. Você clica para entrar na página do capítulo e clica mais uma vez no nome que lá estiver e, prontinho, o .pdf vai abrir como mágica (tá, como a ótima tecnologia pela qual ele foi inventado)!

Sabe que é até melhor? Porque, por exemplo, a tela do arquivo .pdf é muito mais “limpinha”, você pode transitar entre as páginas com muito mais facilidade, dar mais ou menos zoom, fazer download caso queira ler a qualquer hora ou imprimir e, por último mas não menos importante, poderá ler exatamente no formato que eu o escrevi, ou seja, com a fonte que eu escolhi, com o espaçamento que eu escolhi e tudo mais exatamente da forma como está no meu computador.

Viu como algo bom poder vir der algo ruim? Espero que gostem, porque acho que há muito mais vantagens agora!

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.